Sua Redação

OBS: Olá professor, a coordenação do Meds me pediu para enviar os outros tipos de texto por aqui, já que na plataforma não tem a opção. Abaixo enviei um artigo de opinião sobre a Influência dos videogames na formação das crianças.

Recentemente tem-se observado cada vez mais jovens e crianças usuários de jogos digitais, muitos se inspiram e tem um sonho de ser jogadores profissionais, outros usam disso para criar uma máscara social. O que mais me assusta é o fato de que nossas crianças estão perdendo sua infância atrás das telas que ademais de acarretar problemas de saúde, também prejudica seu desenvolvimento intelectual e social.
Em 2022 a Organização Mundial da Saúde (OMS) reconheceu formalmente o uso de videogames e jogos eletrônicos como uma doença e o número de consumidores em nossa sociedade é alarmante. Embora eu reconheça os pontos positivos dependendo do tipo de jogo, é inegável como os negativos se sobrepõe a todos eles.
Por mais que exista jogos educativos que estimula o desenvolvimento intelectual das crianças, esses não são os escolhidos na hora da diversão e sim, na maioria das vezes, os de tiro, bater, destruir, formando crianças violentas e com baixa evolução mental já que estão usando seu tempo para nutrir o cérebro de coisas ruins. Além disso, nossos pequenos também são propícios a ter ansiedade, depressão, comportamento antissocial e problemas na visão, visto que a luz azul emitida pelas telas pode gerar miopia ou agravar problemas de quem já tem. Onde vamos parar com esses tipos de jogos? Tenho medo do amanhã se continuar assim.
Urgentemente, os pais ou responsáveis devem restringir esse tipo de diversão e que as crianças possam ter uma infância “normal” com uma vida leve, a qual possam crescer e se desenvolver de maneira correta para que a nossa sociedade tenha não só crianças, mas adultos bem formados.

Correção

Olá.
A correção foi feita por parágrafos, com apontamentos de cada equívoco cometido ao longo do texto. Ao final, disponho de algumas observações gerais e de dicas para melhorar sua produção.
Caso tenha dúvidas, não deixe de encaminhar.

Introdução (parágrafos 1):
Pontuação: coloque vírgula depois de “recentemente”. (C1)
A partir de quais informações você afirma que os jovens têm se interessado pelos jogos, sonham em ser jogadores e usam máscara social? (C3)
Acentuação: o verbo “tem” deve ser acentuado para concordar no plural com “muito”. (C1)
Inadequação: o articulador “ademais” está sendo utilizado inadequadamente. (C1)
Procure apresentar o tema com uma contextualização mais bem elaborada. (C2)

Desenvolvimento 1 (parágrafo 2):
Concordância: o verbo “exista” deve concordar no plural com “jogos educativos”: o verbo “estimula” deve concordar no plural com “jogos educativos”. (C1)
Reveja o paralelismo em “os de tiro, bater, destruir”. (C1)
Pontuação: coloque vírgula depois de “mental”. (C1)
O primeiro período está longo e deixa o texto bastante confuso e desorganizado. (C1 e C3)
Verbos: troque o verbo “são” por “estão”. (C1)
Parágrafo expositivo com informações que não são comprovadas no texto. Atente-se à tipologia textual que prevê a defesa de um ponto de vista, não exposição de informações. Apenas utilizar a primeira pessoa do singular não garante a defesa de uma opinião. (C3)

Conclusão (parágrafo 3):
Não construa o texto com parágrafos frasais. Isso demonstra pouca compreensão do uso de pontuações e organização textual. (C1)
Pontuação: coloque vírgula depois de “normal”. (C1)
O que é uma “infância normal”? (C3)
Essa conclusão não finaliza o texto corretamente, visto que não retoma os argumentos apontados no texto, apresenta uma perspectiva de futuro muito rasa e superficial. (C2)

Notas por competência
C1 – norma padrão: 15 / 25
C2 – compreensão tema / gênero textual: 10 / 25
C3 – argumentação: 10 / 25
C4 – coesão e coerência: 15 / 25

Comentário geral sobre o texto:
Sobre o artigo apresentado, pode-se perceber que há pouco conhecimento da estrutura do gênero, que prevê uma introdução que aponte o posicionamento do autor, um desenvolvimento que defende seu ponto de vista e uma conclusão que, além de retomar a discussão do texto, prevê um direcionamento futuro para o assunto do tema. Além disso, percebe-se que há, também, pouco conhecimento da tipologia dissertativo argumentativa, visto que no artigo são apresentadas informações que não são comprovadas no texto e que não contribuem para a defesa de um ponto de vista, apenas exposição dessas informações. Por isso, sugiro estudar sobre o gênero artigo de opinião, atentando-se para sua estrutura e, principalmente, seu objetivo.
Caso tenha dúvidas sobre questões estruturais do texto, não deixe de nos mandar.
Bjin e bons estudos!

INDIQUE E GANHE + 30 DIAS

*Você ganhará 30 dias a mais de acesso à nossa plataforma assim que qualquer colega que você indicou fizer matrícula em nosso curso

Por favor aguarde!

Redação corrigida!

Atenção, sua redação foi corrigida clique aqui para verificar.

Salvar na minha galeria

Confira abaixo o acesso de seus cursos

Você realmente deseja excluir?

Configurações da lista






































Gerador de simulados

Através do formúlario abaixo é possível gerar novos simulados agendados.

Link para consulta: https://cursomeds.com.br/cursos/mentoria/